A GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE

A Garantia da Qualidade de Software (GQS) é a área-chave de processo do CMM cujo objetivo é fornecer aos vários níveis de gerência a adequada visibilidade dos projetos, dos processos de desenvolvimento e dos produtos gerados. A GQS atua como “guardiã”, fornecendo um retrato do uso do Processo e não é responsável por executar testes de software ou inspeção em artefatos. Obtendo a visibilidade desejada, a gerência pode atuar de forma pontual no sentido de atingir os quatro grandes objetivos de um projeto de desenvolvimento de software, quais sejam, desenvolver software de alta qualidade, ter alta produtividade da equipe de desenvolvimento, cumprir o cronograma estabelecido junto ao cliente e não necessitar de recursos adicionais não previstos.

Para conseguir esses objetivos a área-chave de processo GQS estimula a atuação das equipes responsáveis pelo desenvolvimento de software em diversas frentes objetivando internalizar comportamentos e ações, podendo-se destacar: o planejamento do projeto e o acompanhamento de resultados; o uso dos métodos e ferramentas padronizadas na organização; a adoção de Revisões Técnicas Formais; o estabelecimento e a monitoração de estratégias de testes; a revisão dos artefatos produzidos pelo processo de desenvolvimento; a busca de conformidade com os padrões de desenvolvimento de software; a implantação de medições associadas a projeto, processo e produto; a utilização de mecanismos adequados de armazenamento e recuperação de dados relativos a projetos, processos e produtos; e a busca de uma melhoria contínua no processo de desenvolvimento de software.

Para facilitar o trabalho dos desenvolvedores e evitar geração de metodologias diversas, o Serpro desenvolveu o Processo Serpro de Desenvolvimento de Soluções (PSDS). O PSDS foi construído por pessoas das unidades da empresa que procuraram aproveitar as melhores práticas existentes e consagradas. O “CMM – Capability Maturity Model for Software /SEI” é uma estrutura-“framework”, que descreve os principais elementos de um processo de desenvolvimento de software efetivo.

O CMM descreve os estágios de maturidade através dos quais Organizações de software evoluem o seu ciclo de desenvolvimento de software através de sua avaliação contínua, identificação e ações corretivas dentro de uma estratégia de melhoria dos processos. Este caminho de melhoria é definido por cinco níveis de maturidade: inicial, repetitivo, definido, gerenciado e otimizado.

O Modelo CMM (CMM- Capability Maturity Model) fornece às organizações uma direção sobre como ganhar controle de seu processo de desenvolvimento de software e como evoluir para uma cultura de excelência na gestão de software. O objetivo principal nas transações destes níveis de maturidade é a realização de um processo controlado e mensurado como a fundação para melhoria contínua.

Cada nível de maturidade possui um conjunto de práticas de software e gestão específicas, denominado áreas-chave do processo. Estas devem ser implantadas para a organização atingir o nível de maturidade em qualidade de software.

 

A GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE

0 Comentários

Envie uma Resposta

CONTATO

Envie agora sua mensagem e em breve retornaremos o contato.

Enviando

©2018 Copyright DicaGP.com.br é mais uma Ignição i9Startups.com

Curta e conheca a nossa Fun Page do iCarreias Online close[x]
Or wait 20 seconds
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account