DICAS PRÁTICAS PARA REQUISITOS

Constantemente nos pedem as principais dicas para levantamento de requisitos, então preparamos uma pequena lista do que realmente faz a diferença no levantamento de requisitos.

1. Protótipos e mockups
Apesar de diagramas UML serem extremamente claros para quem é de TI, isto não acontece da mesma forma com os usuários (que não são de TI). Você pode passar um tempão explicando um diagrama de caso de uso ou até mesmo um diagrama de sequência, mas tenha certeza que não ficará tão claro quanto apresentar uma tela. É mais fácil para qualquer pessoa entender o que um sistema deverá fazer se ele conseguir simular isto de alguma forma e uma tela consegue isto. Quanto mais próximo da experiência final, melhor. Para agilizar este tipo de trabalho você pode elaborar os protótipos finais ou utilizar ferramentas de mockup.

2. Entrevistas
As boas (e velhas) entrevistas são por muitos anos o método mais utilizado para levantamento de requisitos. As entrevistas são parte de um processo de levantamento, investigação e até podemos dizer “garimpo”, onde o analista deve buscar extrair ao máximo o conhecimento do negócio do usuário e quem sabe até conhecer mais que o próprio usuário. Um bom processo de entrevistas aliado à mockups agiliza consideravelmente o processo de requisitos.

3. Brainstorming
Processos de brainstorming são excelentes para se identificar idéias para o projeto. Na primeira parte do processo você identifica todas as idéias possíveis, na sequência estas idéias são discutidas, aprovadas ou eliminadas. Foca-se nas idéias aprovadas para maior detalhamento e desenvolvimento.

4. Modelagem de processos 
BPM Diagramas que definam o processo em suas fases, atividades e produtos são excelentes mecanismos para apoio no levantamento e desenvolvimento de requisitos. Quando já existentes eles podem ajudar tanto o patrocinador quanto a equipe à compreender o negócio mais facilmente. Uma boa prática é desenvolver um diagrama do negócio que o projeto irá atender, este diagrama além de facilitar o entendimento dos envolvidos, poderá ser utilizado pelo usuário após o desenvolvimento do projeto.

5. Questionários
Questionários são sempre bons e ajudam a não esquecer o que deve ser identificado todavia devem ser utilizados com cuidado para não usar um mesmo questionário padrão para todo tipo de projeto. Desenvolva um questionário objetivo para auxiliar à guiar o processo de levantamento do projeto em questão.

6. Bonus:
RFPs RFPs são documentos excelentes que adiantam boa parte do trabalho de levantamento de requisitos. Isto acontece porque alguém já fez o serviço e com base em um levantamento preliminar está pedindo uma cotação para um determinado trabalho. Há todo tipo de RFP, desde aquelas com mais de 90% do levantamento já descrito, quanto outras onde se há apenas uma lista com breve descrição do escopo. Todavia, em sua maioria as RFPs contribuem bastante para o processo de levantamento – Documente e aprove Por último não se deve esquecer da importância de sempre documentar o que foi definido e obter uma aprovação formal do que foi definido.

 

DICAS PRÁTICAS PARA REQUISITOS

(http://www.blogcmmi.com.br/dicas/top-5-dicas-praticas-para-levantamento-de-requisitos)

Author: admin

0 Comentários

Envie uma Resposta

CONTATO

Envie agora sua mensagem e em breve retornaremos o contato.

Enviando

©2020 Copyright DicaGP.com.br é mais uma Ignição i9Startups.com

Curta e conheca a nossa Fun Page do iCarreias Online close[x]
Or wait 20 seconds
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account